Para curtir a natureza, relaxar e até se aventurar saiba como programar uma viagem inesquecível

Gosta de estar em contato com a natureza e de viajar? Que tal unir o útil ao agradável e programar uma viagem que possibilite uma conexão ainda maior com ambientes naturais e experiências inesquecíveis?

Seja você um viajante que queria relaxar ou viver uma grande aventura ao ar livre, o Ecoturismo, ou Turismo Ecológico, proporciona vivências ricas em sensações e aprendizados que podem transformar a sua vida.

A conexão com natureza é uma oportunidade perfeita para você também conectar-se consigo. Longe da agitação das cidades e, dependendo do destino, colocando-se em modo offline, você aprofunda o seu autoconhecimento enquanto desbrava lugares que possuem belezas de tirar o fôlego.

Na praia ou na montanha, há opções de viagem que atendem a diversos gostos e perfis de viajante. Em comum, cenários que ficarão gravados na sua memória e irão inspirá-lo a se programar para experimentar novos destinos na natureza. 

Deu vontade de começar agora o seu planejamento? Então já pode ir se imaginando na natureza a partir de hoje, 1º de março, data em que se comemora o Dia Mundial do Turismo Ecológico. Confira a seguir as dicas que preparamos para você organizar uma viagem excepcional! 

Atividades do Ecoturismo

 Você sabia que existem diversas atividades de Ecoturismo? Dê só uma olhada:

*Boia Cross em rios

*Caminhadas

*Escalada de montanhas

*Mergulho livre

*Observação da fauna e flora

*Observação de formações geológicas

*Safáris fotográficos

*Trilhas a pé ou de bike

*Visitas a cavernas

Algumas atividades de Ecoturismo irão exigir preparo físico mínimo ou até mesmo avançado. Mas, independente da escolha, é sempre válido considerar a contratação de um guia de turismo, devidamente credenciado no Ministério do Turismo (MTur).

Como esse profissional possui informações detalhadas sobre a localidade, você economiza tempo escolhendo o roteiro e ainda ganha em segurança, pois ele o acompanhará nos pontos que for visitar.

O guia de turismo também sempre possui uma boa história e curiosidades para contar sobre o destino, o que contribuirá para que você aprofunde ainda mais sua conexão com a natureza e com a cultura local.

Leve apenas o essencial

Na hora de preparar a bagagem, confira se possui todos os itens necessários para as atividades que deseja realizar. Vai fazer trilha? Bastão, chapéu, bota impermeável, protetor solar e uma boa mochila são alguns dos itens indispensáveis. Prefere mergulho? Então precisará de máscara, snorkel e um par de nadadeiras, no mínimo.

Outra dica é verificar com o seu guia de turismo se ele fornece ou aluga os equipamentos necessários para o passeio, ou até mesmo se há empresas que prestam esse serviço aos visitantes.

Mas seja qual for a escolha da atividade e destino, lembre-se que fazer Ecoturismo é viver momentos agradáveis e de despojamento. Leve apenas o essencial, para evitar que se aborreça com pesos desnecessários que podem prejudicar o passeio, principalmente aqueles que envolvem caminhadas e trilhas. 

Seja sustentável 

* Valorize o patrimônio – Saiba mais sobre as comunidades e o estilo de vida dos moradores, respeite os costumes locais e valorize o patrimônio cultural e ambiental.

* Lembrancinhas – Evite adquirir produtos que possam ter causado dano à natureza, como a destruição de recifes de corais, importantes para o equilíbrio da vida marítima.

* Carregue seu próprio lixo – Nada de queimar ou enterrar lixo nas matas. Leve saquinhos e carregue todo o lixo que gerar nos passeios.

* Evite o descartável – Procure sempre levar itens de uso pessoal reutilizáveis, evitando o descarte de plástico de sacolas, copos e garrafas e outros itens.

* Desloque-se de forma consciente – Que tal se exercitar e deixar os veículos motorizados para os trechos mais longos? Sempre que possível, desloque-se a pé ou de bicicleta, curta melhor as paisagens e, de quebra, contribua para reduzir a emissão de gases de efeito estufa.

* Seja racional no consumo de água e energia.

* Não alimente os animais, nem retire nada da natureza.

Saiba mais em: Akatu

Confira alguns destinos no mundo e inspire-se!

 África

Além dos famosos safáris, o continente é formado por países que possuem belezas naturais ímpares, como montanhas, a exemplo do Kilimanjaro, na Tanzânia; imensos baobás, em Madagascar, árvores gigantescas ameaçadas de extinção; ilhas com águas de azul turquesa intenso e vulcões, nas Ilhas Maurício; e claro, safáris, mas também belas praias e trilhas na África do Sul.

América Central

Com mais de 100 vulcões, a Costa Rica é cenário para aventureiro nenhum botar defeito. Cuba, igualmente, possui lindas praias, cachoeiras e trilhas. No Equador, a sugestão são as Ilhas Galápagos, com vegetação exótica e fauna única. A Guatemala também conta com regiões vulcânicas, além de sítios arqueológicos, já que é o berço da civilização Maia.

América do Norte

Trilhas em reservas ambientais, rafting entre icebergs, escalada e observação de animais selvagens são algumas das diversas aventuras que podem ser vividas no Canadá.

 Nos Estados Unidos, a pedida é o Arizona Valley of Sun, região mundialmente conhecida como Grand Canyon, com abismos e paisagens de tirar o fôlego.

América do Sul

 Na Argentina e no Chile, a Patagônia sempre agrada aos turistas. Localizada na região mais austral da América do Sul, é um dos locais com menor densidade demográfica da Terra, o que torna mais fácil encontrar pinguins e leões marinhos.

Outras opções são El Calafate, na Argentina, a maior geleira em extensão territorial do mundo, considerada Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco. Já na Ilha de Páscoa, no Chile, os visitantes aproveitam praias e várias trilhas e expedições pelos famosos vulcões Rano Kau e Raraku, além de conhecerem as 900 estátuas gigantes Moais feitas de lava e medindo até 30 metros de altura.

A Colômbia também é rica de cenários para o Ecoturismo. O país possui 12 mil hectares de vegetação intocada, centenas de espécies de animais, praias, montanhas na Serra Nevada de Santa Marta de fundo, além do Parque Nacional Natural Tayrona, sítios arqueológicos e trilhas.

No Peru, Machu Picchu continua sendo destino muito recomendado, principalmente para os aventureiros. A lendária Trilha Inca é um passeio e tanto repleta de selvas e montanhas, sendo também destino classificado como Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco.

Na Bolívia, a sugestão é o maior deserto de sal seco do mundo, o Salar de Uyuni. Com uma paisagem plana junto ao cume das montanhas dos Andes, é possível conferir um dos maiores espelhos do planeta formado no período de chuvas (entre dezembro e abril) e garantir fotos sensacionais.

O Paraguai também é destino para Ecoturismo. Na cidade Encarnación – a terceira mais importante do país é possível visitar ruínas das missões jesuíticas da Santíssima Trindade do Paraná, de Jesus de Tavarangué (o único Patrimônio da Humanidade pela Unesco do país) e o oratório da Virgem de Itacuá.

Ásia

No Butão, os amantes de trilha entram em contato com a natureza em trilhas de paisagens montanhosas num país que é o único do mundo com 80% do território coberto por floresta nativa.

Outras opções para Ecoturismo no continente asiático são o Monte Fuji, no Japão, o Island Peak e o Vale de Catmandu, no Nepal, as muralhas da China e o Parque Nacional de Zhangjiajie, também em território chinês.

Acha pouco? Tem ainda o parque Nacional Seoraksan, na Coreia do Sul; e o vulcão Merapi, na Indonésia.

Europa

Na Eslovênia, os visitantes podem conhecer florestas, lagos e rios, além de cavernas, cascatas e canyons.

Na Grécia, mares, cavernas e ilhas encantam os visitantes. Há também a caverna das Ninfas — nome baseado na mitologia grega que alega que os deuses junto com suas belas esposas habitavam o local.

Oceania

Com clima semelhante ao do Brasil, a Austrália conta com diversos parques nacionais e praias paradisíacas.

A Nova Zelândia, por sua vez, é o país dos esportes radicais, como bungee jump e paraquedismo, além de ser o cenário de filmes de sucesso como Senhor dos Anéis e O Hobbit. 

Destinos nacionais

De Norte a Sul, o Brasil possui uma variedade muito grande de destinos para o Ecoturismo, que atraem turistas nacionais e internacionais. 

Foz do Iguaçu (PR), na fronteira com a Argentina, continua sendo um roteiro e tanto, com mais de 270 quedas d’água. Ainda na região Sul, a Ilha do Mel (PR), Florianópolis (SC) e Canelas (RS) estão entre os destinos mais recomendados para quem busca contato com a natureza e paisagens incríveis.

Na região Sudeste, a cidade de Brotas (SP) é a capital paulista do turismo de aventura. O rafting no rio Jacaré-Pepira, além de tirolesa e rapel, são as atrações mais procuradas. Mas tem mais: Parati (RJ), Petrópolis (RJ), Monte Verde (MG), Capitólio (MG), Alto Caparaó (MG), Serra da Canastra (MG) e Pedra Azul (ES) são algumas das opções para quem quer visitar montanhas, praias e percorrer trilhas.

Na região Centro-Oeste, a Chapada dos Veadeiros (GO), a Chapada dos Guimarães (MT), o Pantanal (MT/MS), e as cidades de Bonito (MS) e Nobres (MT) proporcionam uma imersão na natureza para trilhas, safáris fotográficos, além de mergulho e flutuação em grutas e cachoeiras.

Na região Norte, Alter do Chão (PA) é um destino que conta com belíssimas praias à beira-rio, cercado de verde amazônico e muita água doce dos rios Tapajós e Arapiuns.

O Jalapão (TO) é outro destino imperdível para os amantes da natureza, com diversas dunas e fervedouros, nome dado para nascentes de água de rios subterrâneos com alta pressão do lençol freático que permite manter os banhistas em flutuação constante.

E como falar de Ecoturismo na região Norte sem falar da Amazônia? Quem quiser vivenciar uma aventura na selva mais famosa do Brasil encontra várias opções de passeios e hospedagens. As acomodações podem ser feitas em hotel com piscinas naturais e praia privativa, pousada flutuante ou até mesmo em cruzeiro. O passeio por Manaus (AM) também é recomendado para conhecer mais sobre a cultura amazônica e pontos turísticos como a Praia da Ponta Negra, o Teatro Amazonas, o Museu da Amazônia e muitos outros atrativos.

A região com mais praias do país, o Nordeste, também conta com a maior chapada do Brasil, a Diamantina (BA), que abriga montanhas, cachoeiras, grutas e trilhas em meio a uma paisagem impressionante. Outra opção do Nordeste que foge ao convencional são os Lençóis Maranhenses (MA), com esplêndidas dunas e lagoas.

Mas claro, falar de Nordeste sem falar de praia soaria estranho, sobretudo em uma região que possui um dos mais procurados paraísos naturais do Brasil, o arquipélago de Fernando de Noronha (PE), além das praias em Jericoacoara (CE), Maceió (AL) e, missão difícil na Bahia (escolher apenas uma), a praia de Guarajuba, a 80 quilômetros de Salvador, com mar azul, areia branca e muitos coqueiros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *